O que fazer em Hanói em 4 dias

Nossa vontade era chegar no Vietnã por terra, cruzando a China de ônibus e trêm, mas não conseguimos vencer a infinita burocracia chinesa e acabamos pegando um vôo de Hong Kong direto para Hanói no Vietnã.

 Os Viet Dongs com o carismatico líder comunista Ho Chi Minh nas notas

Os Viet Dongs com o carismatico líder comunista Ho Chi Minh nas notas

Conseguimos visto de turista válido por 15 dias com o passaporte italiano direto no aeroporto, sem grilo. Pegamos as  mochilas e assim que saímos pelo portão de chegada do aeroporto, lá estava o Vietnã, já uma bagunça, barulhento, gente oferecendo transporte, acomodação, até você atordoar 😂

Estávamos animados para conhecer as minorias étnicas do Norte, queríamos mato, explorar de moto, então tentamos passar rápido por Hanói.
 

Dica: Do aeroporto AO CENTRO

Não se assuste com os preços baixos que chegar encontrando porque eles podem subir repentinamente... O balcão de informações turísticas do aeroporto tenta te empurrar um SIM card mais caro do que você encontra na rua, ou te diz que a maneira mais fácil de chegar até a cidade, naquele hora, com aquele trânsito, porque blá blá blá, é de taxi... No Vietnam você percebe rapidinho que estão só tentando te enrolar pra botar a mão no seu dinheiro...

 Felizes depois de passar a "terceira barricada" de truques e caôs, já no ponto de ônibus local!

Felizes depois de passar a "terceira barricada" de truques e caôs, já no ponto de ônibus local!

A maneira mais barata de chegar ao centro é de mini-ônibus e ônibus de linha. Um táxi custa US$20 (500.000 viet dong) para dois, o mini ônibus US$10 para dois (200.000 dong) e o  ônibus de linha, custa pouco mais de US$3 para dois (60.000 dong)! Vê se tem lógica?

O ônibus de linha número 86, esse que custa pouco mais de US$1,50 por pessoa, te deixa no Old Quarter, bem no centro. A viagem leva cerca de 45 minutos tanto de taxi, quanto de ônibus e o ponto do busão fica logo alí; passando pelas barricadas atordoantes de vozes e invasões do seu espaço pessoal dos taxistas, vendedores ambulantes e dos cobradores de mini vans privadas... A pressão de chegar num país gringo sem saber pra onde ir é psicológica, porque quando você chega cansado, não quer ter que ficar procurando barganha e acaba acreditando em tudo o que te dizem, principalmente dentro do Informações turísticas do aeroporto, e é bem aí que o esquema de super faturação vietnamita te fisga. Tente respirar fundo quando chegar e sempre saia do meio da confusão para respirar e pensar por 1 minuto. Você pode muito bem decidir pegar um taxi, mas por mais cansado que esteja, nunca aceite o primeiro preço...

No fim das contas, tudo vai depender do tipo de turismo que você quer fazer. Se voltasse hoje pra lá, a primeira coisa que lembraria é: passe pelas primeiras opções que se jogam na sua frente, e sempre ande alguns quarteirões antes de tomar qualquer decisão precipitada...

Depois de uma semana morando no quartinho opressor da Chungking Mansion em Hong Kong, caímos num quartão com uma super camona em Hanói, e melhor de tudo, pela metade do preço, o quarto mais barato que havíamos dormido até então. Em todo Sudeste Asiático, é possível dormir e comer com muito pouco. Se você estiver viajando super budget, com no máximo US$15 por dia/por pessoa, você geralmente dorme e come muito bem.

 E dá-lhe Pho Ga, a famosa sopa de frango! É o "dogão" do Vietnam. Tem em toda esquina... O favorito da Vi

E dá-lhe Pho Ga, a famosa sopa de frango! É o "dogão" do Vietnam. Tem em toda esquina... O favorito da Vi

Em Haon Kiem (bairro turístico), ou Old Quater tudo é bom e barato. O bairro é lotado de restaurantes que vendem comida local, e se você é fã da famosa sopa Pho Ga como eu, vai se dar benzasso.

Em Hanoi, os níveis de poluição eram tão alarmantes quanto os de Beijing e Shanghai, o que nos assustou um pouco.

Como o nosso hotel oferecia alguns serviços, por ser também agência de turismo, pedimos na recepção que eles nos reservassem uma guia turística gratuita (free guides são estudantes universitários durangos que vivem de gorjeta, e usam dos “free tours” como forma de praticar e melhorar seu inglês).

Tran Thu Há foi a nossa guia por toda a manhã. Ela estuda biotecnologia e é super carinhosa e bem-humorada. É jovem, bonita e jogou um pote de purpurina em todos os lugares por onde passamos. Além de tudo, ela nos recomendou onde comer, nos levou experimentar o famoso egg coffee, e nos mostrou onde encontrar o nosso favorito summer roll (ou fresh roll). A Há deu o ar amigável e acolhedor em meio a loucura do centro de Hanoi, bem o que estava nos faltando. 

 O primeiro café do Mú aos 35 anos de idade e o tradicional café com gemada do  Giang Cafe

O primeiro café do Mú aos 35 anos de idade e o tradicional café com gemada do Giang Cafe

Amando Hanói!
 

DIA 1. Guia turística gratuíta no passeio pelo old quarter e arredores

A Há (pronuncia-se  Ráh) traçou o roteiro de meio dia de passeio que fizemos todo a pé. Como estamos nos hospedando no Old Quarter (área histórica de Hanói), é muito fácil fazer este percurso mesmo sem um guia local. A graça em usar uma  guia turística foi estar com ela em si. Deixamos a Há decidir tudo por nós. Fomos ver o Hoan Kiem Lake (Lago Hoan Kiem), o coração de Hanói, que ficava a 5 minutos de distância do nosso hotel. Por ali você também vê o Ngoc Son Temple (Templo Ngoc Son), a Huc Bridge (Ponte Huc), a Turtle Tower (Torre da Tartaruga), Pen Tower (torre da caneta) e o Green Lake (Lago Verde). Matamos vários coelhos em ótima companhia.

20170106_085440.jpg

A Há nos contou mais sobre a lenda do lago, dos mil anos de guerra que China e Vietnã travaram e um pouco mais sobre religião no Vietnã. Segundo ela, 20% da população é Budista, 8% Católica e o restante da população se intitula desgarrado religiosamente.

Na área ao sul do lago tem uma parte do bairro carregada de arquitetura Ocidental pelos anos de domínio Francês na cidade. A Saint Joseph Cathedral (Catedral de São José), de arquitetura Francesa, estava fechada para visitas, mas o ar Europeu de todo o bairro fez nos sentir como se estivêssemos em qualquer outra cidade Européia.

Não menos impressionante foi a visita a Hoa Lo Prison (Prisão Hoa Lo) construída no final do século XIX pelos franceses, que mais tarde com a guerra do Vietnã contra os americanos, ficou mais conhecida como Hanói Hilton pelos soldados americanos. Não sabíamos das atrocidades cometidas contra os presos políticos vietnamitas durante domínio francês no Vietnã. Milhares de vietnamitas morreram em decorrência de método de tortura usados na prisão Hoa Lo, que incluíam alimentar os presos com comida estragada e na sequência deixá-los sem ter o que beber por dias. A prisão tem um energia bem pesada...

No desfecho do nosso passeio, fomos parar no Giang coffee, uma das casas mais badaladas de café com gemada de ovo (egg coffee), tradicionalíssimo de Hanói. O Mú finalmente provou café pela primeira vez na vida e embora ainda precise apurar o paladar para o amargo do grão, adorou a levantada que a cafeína deu e aderiu à prática logo no café da manhã do dia seguinte... 😉

A noite encontramos com uma amiga dos tempos de Londres, uma das pessoas mais divertidas que conheci por lá. Comemos uma salada e alguns rolinhos frescos e umas cervejas antes de ir para um show de comédia no Mojito Bar aqui no Old Quarter. O lugar estava lotado de professores de Inglês gringos, os expats que passam temporadas curtas ou longas trabalhando aqui no Vietnã. A Bert fez questão que experimentassêmos o Pho cocktail, especialidade do bar. Interessantíssimo, o cocktail é uma loucura. Parece mesmo a sopa Pho aqui do Vietnã, doce e alcoólica, lotada de coentro e pimenta. E "tava bem bão" 😁

O final da noite acabou em sorvete. A velharada não aguenta a pegada e 1 da matina estávamos todos babando, na cama...


Endereços

Giảng Cafe
39 Nguyễn Hữu Huân, Lý Thái Tổ, Hoàn Kiếm, Hà Nội

Mojito Bar & Lounge Nhà Hàng
19 Nguyễn Quang Bích, Cửa Đông, Hoàn Kiếm, Hà Nội

 Cena comum em Hanói, casais posando para fotografia de casamento

Cena comum em Hanói, casais posando para fotografia de casamento


DIA 2. Ba Dinh Mausoleum e Hoan Kiem Lake

 Nada como atenção ao trânsito para manter o passageiro relaxado e seguro!

Nada como atenção ao trânsito para manter o passageiro relaxado e seguro!

Começamos a manhã de Domingo visitando o Mausoléu do Ho Chi Minh (Ho Chi Minh Mausoleum),e como tínhamos acordado tarde, pegamos um moto Uber 😄 Barato e eficiente, conte com eles quando em Hanói, você não vai se arrepender... Este querido líder comunista vietnamita está embalsamado e em exibição permanente. Não pode tirar foto lá dentro, mas o Ho parece um boneco de cera. O jogo de luzes, o frio e o silêncio da sala deixam o ar bem fúnebre. Foi bom ter passado por lá bem rapidamente... Entramos também no Museu do Ho Chi Minh (Ho Chi Minh Museum) durante a visita, ele fica logo ao lado do mausoléu 😊

 

 Mausoléu do Ho Chi Min. O corpo é mantido dentro da cripta, que é guardada por diversos soldados

Mausoléu do Ho Chi Min. O corpo é mantido dentro da cripta, que é guardada por diversos soldados

Um rickshaw de distância e 40.000 dongs (US$2) e fomos visitar a Cidade Imperial de Thanglong (The Imperial Citadel of Thanglong), a cidade proibida de Hanói, onde muitos líderes viveram.

Na hora do almoço comemos macarrão de enguia desidratada (dried eel noodles) que é muito bom e barato. Bebemos um café delicioso entre os programas e fomos para o Women’s Museum.

E que mulherada guerreira essas vietnamitas! Elas começam cedo. Aos 16 já estão casadas, aos 17 já são mães, e já sabem cozinhar, cuidar da casa, costurar, cuidar da lavoura, guiam moto, cuidam dos filhos, lutaram em guerras, fizeram guerrilha, cavaram trincheiras... O lado cultural e o apanhado sobre como é o vida das mulheres nas vilas e nas cidades grandes vietnamitas é enriquecedor. Quando em Hanói, tem que visitar o Women's Museum…


Durante a tarde andamos pelas cercanias do Hoan Kiem Lake, cujas ruas ficam fechadas para carros durante os  finais de semana todo, e a lotam de gente sem celular, afim de brincar de pular corda, pega-pega e joguinhos tradicionais, que aprendi ali mesmo, com a galera na rua.

Quando bateu uma fominha, subimos num café com vista pra praça e logo começou uma voz e violão fantástico tocando um cover do Ed Sheeran e ficamos por ali comendo waffles, tomando um cafézinho vietnamita, e assistindo a movimentação da avenida de camarote!

A noite terminou no show de Marionetes Aguáticas de Thang Long (Thang Long Water Puppet), espetáculo tradicionalíssimo, que encantam desde o século XI. A banda ao vivo que toca no palco, dita o ritmo das marionetes. O teatro de marionetes é encantador e super típico vietnamita, nos entreteve e pos um super sorriso no rosto. Nos botou batendo os pezinhos embaixo da cadeira, no ritmo da música.


Endereço

Thang Long Water Puppet
57b Đinh Tiên Hoàng, Lý Thái Tổ, Hà Nội, Hoàn Kiếm Hanoi
 

DIA 3. Um dia em Halong Bay

Reservamos um tour de um dia, numa atração próxima, porque queríamos ver o máximo de  possível nos arredores de Hanói, já que tínhamos passagem comprada para ir pra Ha Giang, no Norte, dentro de poucos dias. Resolvemos ir à Halong Bay (que significa "dragão descendente") com a agência mais barata que encontramos. A primeira parte do dia foi meio confusa, a falta de organização reinou. Chegamos atrasados e viajamos em um mini ônibus absolutamente lotado. De qualquer maneira, tem que levar na esportiva, e uma vez que o passeio começou, a tensão ficou pra trás.

É lindo o visual da chegada do barco se aproximando das altas paredes rochosas formadas há milhões de anos, mas não é comum o tempo estar limpo como nesse dia, demos sorte!

Dica: 1. Cheque a previsão do tempo e tente reservar sua passagem para dias de tempo limpo. 2. Quando comprar um pacote turístico sempre confirme de antemão o tipo de transporte que será disponibilizado, porque existem ônibus grandes que são bem mais confortáveis do que mini ônibus ou vans. Faça de tudo para saber todos os detalhes sobre o passeio para não se decepcionar.

Esse conjunto natural lindo é reconhecida como patrimônio mundial pela UNESCO, mas infelizmente, dentro das cavernas tinham muitas luzes artificiais e o passeio é todo cimentado... Ficamos um tanto decepcionados porque concordamos que isso acaba descaracterizando o lugar. Igualmente triste foi o fato de não podermos mergulhar nas águas de Halong Bay. Mesmo assim o Mú entrou no mar e no último mergulho 3 caras da fiscalização mandaram ele sair...

Temos que admitir que o almoço no barco e o passeio de caiaque "foram as altas" do dia. Tenho um marido que praticou canoagem por tanto tempo, então me dei benzasso no passeio 😍

Então esta é a Halong Bay. Há quem alugue barcos para dormir lá e todos que fizeram o passeio amaram. De fato, a day trip é um tanto cansativa por conta das longas horas no ônibus, então compensa pensar bem. Por conta do trânsito insano, leva-se cerca de 2 horas para percorrer 100km em qualquer direção que tenha ligação com Hanói.
 

DIA 4. Um dia em Ninh Binh - Templo Hoa lu and Tam coc

O Distrito de Hoa Lu, na Província de Ninh Binh foi a primeira capital imperial econômica, política e cultural do Vietnã de 968 à 1010. Antes de 968, a nação era só um distrito chinês.

Nós visitamos o Templo Hoa Lu e depois almoçamos super bem no buffet de comidas típicas, oferecido no pacote turístico que compramos, foi tudo ótimo!

Tam Coc é maravilhoso, mesmo com chuva e nublado. Navegar em meio às plantações de arroz e formações rochosas, lembram as cenas do Avatar. A tiazinha pequenina remadora vestindo o non la (chapéu típico) e usando os pés para mover o remo é algo de outro mundo!

A nossa remadora continuou sem fim no movimento da bicicletinha e passou por dentro de várias cavernas naturais. A cada curva do arrozal, uma nova cadeia rochosa se sobrepunha. Saímos da cidade onde a sobreposição da paisagem se dava por edifícios (Hong Kong) para chegar na cidade onde a sobreposição da paisagem se dá por montanhas a perder de vista… Mesmo com chuva e nublado, o passeio foi inesquecível 😍

No final a chuva apertou e o vento aumentou, dificultando a remada da tia, aí o Mu também entrou na dança, pegou um remo e deu uma ajuda!


A cereja do bolo é quando chega-se ao final do arrozal onde de baixo de uma dessas caverninha naturais, há um comércio local de barquinhos onde compramos uma cervejinha pra nós e um red bull com amendoim pra tiazinha remadora continuar o dia de passeios pela chuva 😊 É um dos lugares que com certeza voltaríamos para passar mais tempo!!!!

Na volta ainda sobrou tempo para dar um passeio de bicicleta pelos arredores e novamente, mesmo debaixo de chuva, valeu muito a pena se embrenhar pelas ruazinhas e avenidas rurais da cidade.

 

Onde Ficar

Não nos hospedamos em Halong Bay ou Ninh Binh, mas sabemos que existem boas acomodações.

Em Hanoi

Ficamos hospedados no Hoan Kiem Hostel, no Old Quarter, em frente ao Beer Corner. Ele é barato e bem localizado. Quarto grande, camona, e banheiro com água quente. Em Hanoi as vezes rola um cheirinho de esgoto nos banheiros e nas ruas, não diferente de outras grandes cidades do Sudeste Asiático, portanto, nem nos incomodamos. É só manter a porta do banheiro sempre fechada 😉

Passamos uma noite no Hanoi Discovery Hotel também. Era bem legal. Limpo, family business, mas fica em cima do Beer corner e pode ser bem agitado até de madrugada. Protetor auricular é recomendado ☺


Endereços

Hoan Kiem Hostel
9-11A Hai Tuong Lane ,Ta Hien Str, Hoan Kiem Dist, Hà Nội

Pagamos US $15 por um quarto duplo com banheiro para dois em Janeiro de 2017

Hanoi Discovery Hotel
22 Lương Ngọc Quyến, Hàng Buồm, Hoàn Kiếm, Hà Nội

Pagamos US $18 por um quarto duplo com banheiro para dois também em Janeiro de 2017

Vale muito a pena comparar preços e considerar pagar 5 ou 10 dólares a mais por noite para ter um pouco mais de silêncio, limpeza, ou conforto quando nas grandes cidades Asiáticas...

 

Passeios turísticos e demais excursões

Pacotes turísticos para qualquer lugar podem ser comprados nas diversas agências turística no Old Quarter, ou mesmo do seu hotel, ou hostel.

Sempre verifique o que está sendo oferecido no pacote e compare muito bem os preços antes de fechar negócio - e isso vale para tudo, de compra de tickets de ônibus intermunicipais, a aluguel de motos, e compra de comida. Os preços podem aumentar de US$5 e US$20 dólares em cima do valor "correto", dependendo do quanto você não pesquisar e barganhar.

E viva o Vietnam! 😄