Curiosidades e dicas do Japão

 A vovózinha nos expulsou da loja, mas deu um origami e um sorriso antes de nos mostrar a rua! A expulsão mais simpática dos últimos tempos!! 

A vovózinha nos expulsou da loja, mas deu um origami e um sorriso antes de nos mostrar a rua! A expulsão mais simpática dos últimos tempos!! 

Venha preparado para se sentir perdido, desconfortavelmente feliz. Para começar, as portas automáticas abrem de um jeito diferente (o automático daqui envolve gentilmente tocar num botão), você não vai entender nada a princípio e provavelmente vai se sentir desconectado da cultura local, mas nos aeroportos, entradas de metrô, dentro do supermercado, tudo mundo tenta ajudar de alguma maneira... Nem que seja com mímicas, Google translator, ou um super sorriso no rosto...

Falar poucas palavras básicas na língua nativa ajuda em qualquer lugar do mundo. Arigato (obrigada/obrigado) é uma que todo mundo sabe e se você quiser ser educado use o gosaimasu no final... então ficaria "arigato gosaimasu". Sempre lembramos de que este não é o nosso país e oferecer uma aproximação gentil ao novo, ajuda a se adequar rapidamente ao novo sistema. 

Os japoneses são muito reservados. Nada falam sobre os seu sentimentos e muitas vezes é difícil decifrar uma expressão facial. Até os nossos barulhinhos de satisfação, aprovação e surpresa não se reconhecem, portanto, aproveite o quanto puder e aprenda com eles. As nossas novas sinapses nervosas já estão se formando...

 Privada espacial!

Privada espacial!


1. Use e abuse privada automática...😊

tem de tudo ali... descarga para xixi, cocô, bidê, sonzinho de cachoeira, vários botões divertidos. Na casa da nossa família japonesa tudo é traduzido para o inglês... 😊 Facilitou muito!

2. Aqui no Japão a onda são as máquinas de rua (vending machines)...

Contra as 500 lojinhas off-license por metro quadrado na Inglaterra, ou os barzinhos que vendem fiado no Brasil, aqui no Japão a onda são maquinas de rua (vending machines)... algumas até vendem sopas e café quentinho😋 A sopinha de milho daqui é bem famosa. Para se ter uma idéia, até no Mac Donalds há a opção de sopa minestrone ou sopa de milho no lugar da batata frita!

 Café, sopa, cigarro, macarrão, tem de tudo nas maquininhas!

Café, sopa, cigarro, macarrão, tem de tudo nas maquininhas!

3. Tente ver o treinamento de sumô ou uma luta oficial

Dezembro não é época de lutas, então ficamos vendo o treino pela vitrine. Fique ligado na época dos campeonatos e se possível, reserve com antecedência. Para assistir só ao treino, é só acordar cedíssimo e ir para dojô que fica a 2 quarteirões da estação  de Hamacho (Tóquio). 

4. Se hospede na casa de uma família Japonesa

Eles ajudam a deixar a experiência mais real e todo dia você aprende algo novo... Sem falar que eles são o seu oráculo. Tudo que você precisa saber esta sempre ao lado (note que é essencial que vocês falem uma língua em comum para que vocês possam se ajudar 😂)

 No Japão, como os japoneses!

No Japão, como os japoneses!

5. Observe as pessoas lendo no metrô

Os livros são lidos de trás pra frente... Os japoneses entendem bem o nosso alfabeto e lêem e entendem inglês infinitamente melhor do que falam. Isso porque as escolas aqui ensinam inglês focado na gramática.                     

6. As travas das portas trancam do lado que as nossas fecham, e fecham do lado que as nossas abrem!


7. No Japão não se deixa gorjeta em restaurante

Você senta, come e paga no caixa (não tem conta trazida pelo garçom), é tudo feito com uma comanda que fica em cima da mesa - o garçom também tem sempre uma cópia. Não tente deixar gorjeta. Para os japoneses é um orgulho te servir bem, e eles servem extremamente bem! Se você deixar dinheiro pra trás é capaz que eles corram atrás de você pra devolver 😂

 Acho que o macaco e a raposa somos nós conversando no vagão!!

Acho que o macaco e a raposa somos nós conversando no vagão!!

8. Os japoneses são extremamente silenciosos

Nos restaurantes e transportes público não se ouve uma mosca... é tudo muito voltado para dentro de si. Fora os gritos de boas-vindas na entrada do restaurante, pode ser que você também ouça o barulho que os japoneses fazem quando bebem uma sopa quente, mas é isso!

 Sashimi + Salada + Breja = US15 (para dois!)

Sashimi + Salada + Breja = US15 (para dois!)

9. Compre sushi e sashimi para o jantar até pela metade do preço!

No supermercado do bairro, a partir das 8 da noite o preço dos sushis e do sashimis caem até 50% e compensa muito. Da pra jantar bem por U$7,00 (ou ¥700). Já no centro de Tóquio gasta-se em torno de U$15,00 (o dobro) por cabeça por uma refeição com bebida...


10. Quando você compra algo, o dinheiro não é transferido de mão-a-mão

O dinheiro vai para uma bandejinha (com raras excessões). A atendente te dá o troco antes de pegar o dinheiro da bandeja ☺ Japonês é conhecido por não gostar de contato fisico, mas isso pode ser uma teoria... Você dificilmente vai ver um atendente pegando o dinheiro com uma mão só também. Usa-se as 2 mãos (embora em lojas do 7 eleven e áreas  turísticas exista uma aproximação mais ocidental).

11. Os Japoneses dirigem do lado do passageiro (como os ingleses)...


12. A maior parte das portas são de correr...

Mas não se sinta um idiota por tentar forçar pra abrir do lado errado nos primeiros dias 😂 os nossos velhos hábitos nos colocam nessas situações, mas é só uma questão de tempo...

 Pra comer o miojão você antes escolhe o tipo e os acompanhamentos na maquininha, aí é só entregar as fichas pro chef e esperar - rezando pra ter pedido certo... 

Pra comer o miojão você antes escolhe o tipo e os acompanhamentos na maquininha, aí é só entregar as fichas pro chef e esperar - rezando pra ter pedido certo... 

13. Em algumas estações de trem e metro tem sempre um bando de passarinhos (de mentira!)  piando por aí

Aparentemente é para deixar as pessoas mais calmas 😏


14. Tudo se faz de bambu

Música, cano, andaime, cerca de quintal, placas para todos os gostos, acessórios de cozinha... O bambu é para o japonês o que o bombril é pro brasileiro, tem mil e uma utilidades 😊


15. Se inclinar em sinal agradecimento, remorso, respeito e boas-vindas é usado com frequência

Você pode responder o gesto de maneira descolada com um sinal de "sim".


16. os clientes são saudados aos gritos nos restaurantes

Nos chamou a atenção a reação dos japoneses em alguns restaurantes que entramos (e quando vimos outros entrando). Eles gritam todos juntos e ao mesmo tempo enquanto você passa pela porta. É o bem-vindo deles e essa gritaria nada usual se chama irrashaimase.


17. Tira-se o sapato para entrar nas casas japonesas (ryokan), em templos e até em alguns restaurantes japoneses

O costume vem de quando comia-se, dormia-se e sentava-se no tatami. Ainda hoje é utilizado e ótimo para manter a casa sempre limpa.


18. Comer andando na rua ė considerado falta  de modos e você não vê mesmo ninguém mastigando pela rua como nós fazemos

Sentar para comer em público não é incomum.


19. É usual e educado que você se refira às pessoas por san

Quando se introduz alguém se usa "este é Murilo san", e esta "Viviane san", mas quando nos referimos a nós mesmo usa-se o desu. Portanto para me apresentar ficaria, Viviane desu.


20. Existem 500 convenções sobre a utilização do hashi (os pauzinhos japoneses)

É sempre ideal (e educado) ter um apoio pra ele na mesa... Passar comida de um hashi para o outro e espetar o hashi dentro da comida são ligados a cerimônias fúnebres, lamber as pontas do hashi também não são considerados educados...


21. Sorte, destino e superstição são parte da vida dos japoneses, assim como a religião é quase que um estilo de vida.

 O ritual é simples: lava-se as mãos, faz-se a oferenda, duas reverências, duas palmas e uma última reverência.

O ritual é simples: lava-se as mãos, faz-se a oferenda, duas reverências, duas palmas e uma última reverência.

 Se estiver difícil de entender, basta seguir as instruções!

Se estiver difícil de entender, basta seguir as instruções!

Se você conhece mais alguma especificidade cultural japonesa, ajude a aumentar a lista... estamos curiosos por mais!!