Laos e a magia de Luang Prabang (parte 2)

Longas jornadas por terra e mar oferecem situações inimagináveis para quem viaja no rápido conforto de um avião. Nos meses que passamos cruzando a Ásia de ônibus, o caminho de Sa Pa no Vietnã até Luang Prabang no Laos, foi um dos mais longos e interessantes…


 Parte 1 | Parte 2


O que fazer em Luang Prabang? (cont.)

 

The Traditional Arts and Ethnology Centre(Centro de Artes Tradicionais e Etnologia)

Em um dos dias mais tranquilos de site seeing alugamos uma bicicleta - muito mais barata que as motocas - para nos locomover pela cidade e uma das coisas que visitamos e recomendo muito é ir até o Centro de Artes e Etnologia.

Se você gosta de saber mais sobre a cultura local, lá dá pra se ter um super insight sobre as minorias étnicas do Laos. Passei a tarde inteira lá e amei.

Rico em detalhes sobre a cultura do Laos, o museu é parada obrigatória em Luang Prabang, pura história social e antropológica do país!

P1140773.JPG

O Laos é um país em um processo de transição urbana mais avançada que o Vietnã. No Vietnã a preservação cultural é muito maior e as tradições são guardadas quase intactas no Norte, na região de Ha Giang. Aqui no Laos existe um orgulho por manter costumes e tradições pelos mais velhos. Filhos e netos já falam inglês fluente e almejam um futuro melhor, querem prosperar e tem uma visão bem Ocidental de sucesso. Falam em estudar. Tiveram contato o suficiente com a nossa cultura e a cidade de Luang Prabang é bem "Euroamericana" em vários sentidos, conta com ótimos resorts, restaurantes e serviços estilo relaxed chic.

Poderíamos ter ficado em Luang Prabang e parado a nossa viagem alí, como tantos outros viajantes fazem. O lugar é seguro, limpo, serve uma das comidas mais deliciosas da região... O Laos e em especial Luang Prabang, tem alma unitária, você se sente acolhido, pertencente, é definitivamente o força e união do todo que te faz tão admirador e logo, participante.

 

Alms Giving (Cerimônia das Almas)

 Antes mesmo do nascer do os monges já saem para recolher doações

Antes mesmo do nascer do os monges já saem para recolher doações

Em Luang Prabang também pudemos participar da famosa Alms Giving, ou Cerimônia das Almas. O Alms Giving é uma cerimônia Budista onde a população local doa alimentos para os diversos monastérios da região. Monges e pupilos (garotos que tem entre 7 e 18 anos) saem as ruas em procissão, antes do sol nascer, para receber doações das centenas de fiéis que alinham-se ao longo das ruas da cidade.

Os monges alimentam-se apenas uma vez ao dia, e só podem comer de doações. Hoje em dia as pessoas começaram a também doar dinheiro mas essa prática não é encorajada. Ficamos curiosos e resolvemos participar, e a experiência foi tão interessante que escrevemos um post exclusivo sobre isso, confira aqui!

 Monges e noviços retornam com as diversas oferendas recebidas

Monges e noviços retornam com as diversas oferendas recebidas

 

Arredores de Luang Prabang

No Laos, como na maior parte da Ásia, alugar uma moto é muito simples e barato, principalmente quando se compara a diária da moto em relação aos diversos pacotes turísticos oferecidos pelas agências! Ao invés de se espremer em uma van como parte de um grupo, compensa muito mais sair sozinho explorar a cidade e seus arredores de motoca.

As bicicletas também estão em alta em Luang Prabang e são ainda mais baratas que as motocas, porém você precisa negociar o calor (leve bastante água e protetor solar) e as longas subidas.
 

Cachoeira Kuang Si

Alugamos uma motoca e fomos conhecer a cachoeira Kuang Si logo pela manhã. O Mu aprendeu a guiar melhor então dessa vez eu fui na garupa. São 25 km ao sul de Luang Prabang, e o passeio é super tranquilo. A calmaria que impera no Laos, influencia direto no trânsito que é bem menos estressante do que no Vietnã, por exemplo.

Chegamos lá quando ainda estava bem vazio! O santuário dos Ursos incluso nos 20.000 kip do ingresso de entrada, é logo na entrada do caminho para a cachoeira e é uma fofura... Os ursões deitados nas redes ou brincando juntos seriam dignos da TV Urso! Dá pra perder horas seguindo o movimento dos bichinhos 😍

Quando chegamos na cachoeira custamos a acreditar que aquilo era real. Como tudo por aqui, a água corre calma e silenciosa. As poucas pessoas falavam baixo e o Mú nadou sozinho numa das piscinas mais maravilhosas da Kuang Si.

Voltamos a contemplar e enquanto o Mú subiu até o topo da cachoeira eu fiquei sentada, só assistindo o movimento. As borboletas que escapam do borboletário, que também fica na mesma área de visitação (mas requer pagar ingresso separado), vivem batendo asas por todo o parque. É tudo muito mágico, pura energia boa esse lugar!!

 

Buddha Cave (Caverna dos Budas)

A tarde aproveitamos o resto da diária da moto pra seguir 1 hora ao Norte de Luang Prabang e conhecer a famosa Caverna dos Budas. A caverna fica em uma área rochosa lindíssima à beira do rio. Prepare o traseiro que a estrada pra chegar lá é super esburacada!

Por 13.000 kip você é levado para o outro lado do rio de barco, e pode explorar as duas cavernas. Diz a lenda a Caverna dos Budas foi criada para receber imagens de Budas quebrados que não tinham mais pra onde ir, hoje ela abriga milhares de diferentes imagens, como um grande cemitério de imagens de Budas quebrados, é muito interessante. 

Dica: a maior parte das operadoras de turismo deixa pra conhecer a Caverna dos Budas pela manhã, e a cachoeira à tarde. Se você fizer o inverso aumenta suas chances de chegar lá sem tantos turistas e conseguir belas fotos nas águas turmalinas! Na volta, se ainda der tempo você pode passar na Vila das Cobras, famosas pela cachaça tradicional que é engarrafada com uma cobra dentro!

P1140742.JPG

 

Projetos Sociais

Durante nossa viagem encontramos muita gente fazendo trabalho voluntário. Gente que abre mão do seu tempo, conforto e vida pessoal para se dedicar por semanas, meses e até mesmo anos, a ajudar o próximo. Na medida do possível tentamos nos educar e saber um pouco mais sobre essas pessoas, seus projetos e as oportunidades que estão por aí.  

 O My Library conseguiu bolsas de estudo nos EUA e na China para diversos adolescentes. As instalações são de primeiro mundo!

O My Library conseguiu bolsas de estudo nos EUA e na China para diversos adolescentes. As instalações são de primeiro mundo!

Em Luang Prabang tivemos a oportunidade de conhecer três projetos sociais incríveis que recomendamos muito a visita.  O My library Project visa criar bibliotecas comunitárias em áreas pobres, e o Big Brother Mouse, que também tenta estimular as crianças laolenses a aprender a ler e falar inglês. O Big Brother Mouse encoraja turistas a aparecem por lá durante as tardes para conversar com as crianças do projeto, é muito interessante e vale a pena a visita.

É incrível quanta oportunidade existe para fazer a diferença e ajudar o Laos e seu povo!

O Big Brother Mouse luta para promever a leitura, publicação de livros e assim diminuir a alta taxa de analfabetismo no país

 

Resumindo…

Luang Prabang foi uma experiência incrível! Chegamos sem planos, nem escalas, ou reservas de hotel e fomos ficando, dia após dia! No Laos - seja lá onde você estiver, tenha certeza que você se permita aproveitar esse passo único, voltado para o ser, viver e contemplar. A nossa passagem prometia 3 noites e 4 dias, ficamos 7 noites e 8 dias... e teríamos ficado mais... muito mais... assim como a Fabi!

Infelizmente é chegada a hora de seguir viagem, rumo a Vientiane, a capital super urbanizada, e bem Ocidental, afrancesada e americanizada do Laos!

P1140794.JPG